Elon Musk define novos limites diários do Twitter para usuários

Twitter_Restrição

A recente alteração do Twitter anunciada por Elon Musk, limitando a quantidade de tweets que os usuários podem ler por dia. Saiba como essa mudança impacta sua experiência na plataforma.

Elon Musk, o Novo Capitão do Twitter

Elon Musk, o famoso visionário por trás de empresas como Tesla e SpaceX, adicionou mais uma posição de destaque ao seu portfólio – o comando do Twitter. Desde que adquiriu a plataforma social em outubro por US$44 bilhões, Musk tem causado algumas ondas.

Restrições ao Número de Tweets: Uma Medida Anti-Scraping

No último sábado, Musk surpreendeu os usuários com o anúncio de que o Twitter vai limitar, temporariamente, o número de tweets que os usuários podem ler por dia. A ação visa combater programas de computador que vasculham os posts para extrair dados úteis da plataforma.

As contas verificadas terão um limite de leitura de 6.000 posts por dia, enquanto as contas não verificadas terão acesso a 600 por dia. Novos usuários não verificados, que se juntarem à plataforma após o anúncio, só poderão acessar 300 posts por dia.

Musk justificou a medida como uma resposta a “níveis extremos de coleta de dados” por empresas de inteligência artificial. Chatbots como ChatGPT dependem de enormes volumes de dados, em grande parte raspados da internet.

Impactos nas Funcionalidades do Twitter

Embora Musk não tenha especificado como essa alteração afetará recursos do Twitter, como a plataforma de conversação em áudio, Spaces, muitos usuários relataram um aumento na mensagem “limite de taxa excedido” em suas páginas iniciais, restringindo sua capacidade de visualizar respostas a tweets ou posts em seu feed principal.

Efeitos Colaterais da Mudança

Após o anúncio de Musk, o Downdetector reportou um pico nas notificações de problemas com o Twitter às 8h do horário de Brasília, sábado. A experiência do usuário no Twitter e as falhas frequentes levaram alguns usuários a migrar para outras plataformas de mídia social, como Mastodon e Bluesky.

Rumo ao Futuro do Twitter

Estas restrições representam a mais recente das várias mudanças drásticas implementadas por Musk desde que assumiu a empresa. Ele reintegrou muitas contas banidas, incluindo a do ex-presidente Donald Trump, e propôs uma verificação paga, oferecendo os famosos selos azuis por US$8 ao mês.

Em meio ao que tem sido caracterizado como uma gestão tumultuada, Musk nomeou Linda Yaccarino, ex-presidente de publicidade global e parcerias da NBCUniversal, como CEO do Twitter. Como resultado, muitos anunciantes abandonaram a plataforma, levantando questões sobre como a empresa vai gerar receita.

Empresas que substituem pessoas por IA ficarão para trás, diz estudo

Esta nova fase do Twitter, sob o comando de Musk, é uma verdadeira revolução. Ainda que seja cedo para prever o futuro, os usuários da plataforma com certeza estão atentos às próximas novidades.

A Concorrência: Bluesky

O aplicativo Bluesky, apoiado pelo ex-CEO do Twitter, Jack Dorsey, se assemelha bastante à sua antecessora. A empresa anunciou em um post na sua plataforma que estava enfrentando um tráfego recorde após o anúncio de Musk. A rede social descentralizada está atualmente com inscrições por convite e pausou novos cadastros para responder ao aumento da atividade no sábado.

Ficou evidente que o mundo das redes sociais está passando por uma reestruturação significativa. As consequências dessas mudanças ainda estão para ser totalmente compreendidas, e será interessante ver como as plataformas evoluirão para se adaptar a este novo cenário.

Fonte: The Washington Post.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *